Influenciadores digitais como estratégia de comunicação

Influenciadores digitais como estratégia de comunicação.

A presença dos influencers digitais vem se tornando cada vez mais forte nos últimos anos. Porém, a explicação para o poder de persuasão deles é baseada em um comportamento muito comum e anterior a toda essa democratização da tecnologia: a boa e velha indicação.

Você há de concordar que é bem mais fácil consumir um produto ou serviço, cuja indicação veio de alguém que já experimentou, admiramos ou confiamos, não é mesmo? Antes das mídias digitais, esse papel de indicar era reservado a familiares e amigos. Artistas e celebridades também despertavam desejo através da publicidade, mas sempre ficava aquela dúvida: será que ele ou ela usa mesmo esse produto?

Hoje, com as tecnologias cada vez mais avançadas e encurtando distâncias, é mais fácil estabelecer uma relação de admiração com outras pessoas fora do nosso convívio social e também acompanhar a rotina de pessoas que admiramos, sem ao menos conhecer pessoalmente. E é exatamente nesse ponto que os influenciadores encontraram seu nicho.

Aqui na FatoMais já realizamos mais de 210 projetos exclusivamente com foco em relacionamento com influenciadores. Além de pensarmos a melhor estratégia, prever resultados e métricas, um dos segredos para o sucesso nesse formato de job é considerar a compatibilidade entre o conteúdo defendido pelo influenciador, o público que ele conversa e o perfil da marca.

São processos básicos, porém, relevantes se entendermos que o influenciador é um canal de comunicação administrado por uma pessoa, onde vida pública e privada se fundem. Então, tanto num cenário positivo quanto negativo, valores, conceitos e conteúdos podem ser rapidamente atrelados ao nome do produto, marca ou negócio.

E é nesse momento que a agência de comunicação responsável pela conexão entre as marcas e os influencers entra em ação. A ideia é equilibrar expectativas de retorno e investimento, prevendo alcance ou visibilidade com essas parcerias.

Uma coisa temos certeza. A perspectiva para esse mercado é de crescimento e já se considera o poder da influência direta em nichos cada vez menores, fazendo com que até nomes com poucos seguidores entrem na mira das marcas.

Nós defendemos que um trabalho orgânico com influenciadores inclui o desafio de identificar, ativar e engajar nomes que valorizem o seu negócio a partir de estratégias de relacionamento e menções espontâneas. Também é possível contratar o trabalho de um influenciador. Neste último caso, invista em conteúdos construídos de forma a valorizar os atributos da sua marca, mas sempre respeitando o perfil e processo de criação do nome escolhido. Por fim, ao optar por esse canal de comunicação, tenha sempre em mente que como todo investimento em mídia, o planejamento e a recorrência fazem toda a diferença.

Influenciadores digitais como estratégia de comunicação